Marketing efetivo: o que é como colocar em prática no seu negócio

Para obter vantagens com o marketing efetivo, as empresas precisam rever processos internos e a própria cultura da organização. Conheça algumas dicas para colocar em prática no seu negócio.
Marketing efetivo
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Para muitas empresas, marketing efetivo se resume a geração de leads. Embora essa seja uma métrica importante para medir a efetividade das atividades dessa área, está longe de esgotar o que essa área tem para oferecer.

Gerar resultados por meio de estratégias que geram impacto nos negócios tem sido determinante para as empresas.

Mas para chegar nesse estágio é necessária uma mudança drástica na cultura organizacional e revisão de processos tradicionais. Você está preparado?

O ponto inicial para realizar essa mudança é unir efetividade dos canais ao framework de Growth Hacking. E aqui não estamos falando de startups que se tornaram unicórnios, mas de estratégias que podem ser utilizadas no mercado b2b para gerar melhores resultados. 

O ponto de partida do marketing efetivo é revisar todos os modelos tradicionais de comunicação e relacionamento da sua empresa para criar um novo mindset de trabalho.

Para isso, deve-se trabalhar com ciclos curtos para entender cenários, testar hipóteses, aprender e replicar ações mais efetivas para gerar resultados. O foco nas entregas ficou no passado.

A chave para o sucesso agora é focar em metodologias ágeis para gerar crescimento.

E se olharmos para as tendência do marketing para 2021, veremos que as novas formas de relacionamento entre marca e consumidor obrigam que as empresas façam ajustes nos seus modelos de negócios tradicionais.

Esse é o momento de promover mudanças radicais no marketing da sua organização, com a finalidade de não ser esmagado pela concorrência, e as recomendações abaixo podem ajudar a sua empresa nessa transição.

Mas porque o marketing efetivo é importante para a organização? Essa é a pergunta de muitos gestores de marketing, que precisam entregar melhores resultados diariamente. A seguir, algumas recomendações que podem lhe ajudar nessa transição.

Aprender com as lições do passado

Esse é um exercício essencial se você deseja ser realmente ser efetivo. No meio corporativo, é quase impossível não cometer falhas.

O segredo, nesse caso, é aprender com os erros para superá-los tão logo e sempre com objetivo final.

Olhe para trás e faça uma análise criteriosa para identificar quais foram os canais com melhor performance ou canais em crescimento para começar a fazer melhorias agora!

Desburocratizar processos dentro da empresa

É o primeiro passo para ser efetivo no seu trabalho. O problema da burocratização é a falta de padronização, que afeta diretamente na produtividade e na criatividade da equipe.

Por isso, é fundamental investir em processos ágeis, onde é possível arquitetar uma forma rápida de gestão e validação de hipóteses e com um time empoderado para tomar decisões baseadas em dados. 

Investir em ciclos curtos de crescimento

Acompanhar os resultados é parte fundamental do trabalho dos gestores de marketing. Mas com a enorme quantidade de possibilidades de mensuração que temos disponíveis, o importante é ter bem definida quais são as suas metas.

Para isso, o ideal é usar o método SMART, que usa 5 fatores para definir metas que sejam específicas (S), mensuráveis (M), atingíveis (A), relevantes (R) e temporais (T). Um bom exemplo de metas SMART: aumentar em 20% as vendas no mês de novembro (durante a Black Friday) em relação ao mesmo período do ano passado.

Seguir essas recomendações de métricas únicas e ciclos curtos, vai lhe permitir falar diretamente com o seu ICP (Ideal Customer Profile), além de criar processos bem definidos para fazer mapeamento de metas, cronograma, status e ainda poder para repensar o seu negócio.

Marketing efetivo e a integração de áreas

Ser mais efetivo ajuda também a resolver outro problema antigo dentro das organizações: integração de departamentos. Há uma resistência em boa parte das empresas de colocar na mesma página os times de marketing e vendas.

Segundo uma pesquisa da consultoria Kantar, 25% dos profissionais não conseguem integrar suas iniciativas de marketing e 27% dos anunciantes não possuem estratégias integradas.

A falta de integração coloca em cheque os modelos tradicionais de marketing e abre espaço para processos ágeis dentro das empresas. Com o crescimento das organizações e as cobranças diárias por resultados, surgiram novos desafios no campo da gerência de projetos.

Todo gestor de marketing é cobrado para gerar valor para a empresa e responder de forma rápida às mudanças do negócio e, ao mesmo tempo, reduzir o CAC (Custo de Aquisição de Cliente). Por esse motivo, é necessário ter uma gestão ágil para eliminar o risco de incertezas e manter o foco em métricas que realmente importam para responder com rapidez as dores dos clientes.

Isso é o eu chamo de “casa de ferreiro, espada ninja na vitrine”.

Os tempos são outros. A pandemia serviu para mostrar que é possível sim ser efetivo em uma estratégia de marketing. O próximo passo agora é colocar essas recomendações em prática para trazer melhores resultados para o seu negócio. 

Gostou do nosso artigo? Então, assine nossa newsletter e receba outros conteúdos que vão lhe ajudar a ser mais efetivo com a sua estratégia de marketing.

Receba novos conteúdos sobre Marketing Efetivo.

Cadastre-se na nossa newsletter:

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Compartilhe este artigo:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Continue lendo outros artigos sobre :

Que bom ter você com a gente!

Antes de enviar ê novos conteúdos, queremos entender como podemos ajudar você.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.