Google Data Studio: Tutorial Básico Sobre Como Usar
Alex Compri
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Google Data Studio: [Vídeo] Tutorial Básico Sobre Como Usar

O que você vai ver nesse artigo:

Tempo de leitura: 5 minutos.

Se no seu dia-a-dia, você lida com relatórios, este artigo é para você.

Vou explicar como consegui ter uma economia de tempo enorme no desenvolvimento dos relatórios de métricas e kpi´s para os projetos de marketing digital e growth hacking.

Além disso, assista no final deste artigo um vídeo com os primeiros passos com o Google Data Studio.

Este é o primeiro passo para você mostrar os resultados da sua estratégia de marketing digital de maneira visual e interativa com o seu cliente.

Como eram os relatórios antes do Google Data Studio

Meus primeiros relatórios eram enormes.

via GIPHY

Sim. Ficava horas no desenvolvimento tentando fazer a entrega perfeita com dados do Google Analytics, RD Station (funil de vendas, landing pages e e-mail), links patrocinados (Google Ads e Facebook Ads), redes sociais e taxas de conversão.

Os pdf´s eram feitos na ferramenta de apresentações do Google ou no Keynote.

Além de arquivos pesados, pensava em todos os detalhes dos gráficos para passar a informação correta.

Acontece com você?

Se sim, digo uma coisa: aprendi que relatório tem que ser direto ao ponto e com os kpi´s principais em destaque. O foco aqui é trazer resultados, certo?

O que considero importante em um relatório

Abaixo listo 5 pontos fundamentais para um bom relatório:

  1. Seja direto ao ponto;
  2. Destaque a métrica que guia seu projeto;
  3. E também os indicadores chave de desempenho;
  4. Faça uma breve avaliação do período analisado;
  5. Tenha os próximos passos! Sem eles um relatório é só um monte de números.

O que é e como conheci o Google Data Studio

O Google Data Studio é uma ferramenta gratuita que conecta várias fonte de dados como Google Ads, Search Console, Analytics e qualquer outra informação que precise via planilhas do Google.

Abaixo você pode conferir um tutorial do próprio Google, com os primeiros passos:

Para mim, ela foi apresentada por um parceiro de projetos. Naquele momento estava utilizando ferramentas pagas de mensuração de resultados.

Testei a ferramenta a Dashgoo e conheci a Reportei.

Duas ferramentas ótimas, porém eu não conseguia importar dados a partir de planilhas.

Relatórios tem que ser feitos de maneira rápida e integrar informações é fundamental para você não se perder em um mundo de informações geradas através dos projetos.

Segundo o Google: “As informações dos relatórios no Data Studio derivam de uma ou mais fontes de dados. Com a ferramenta de fonte de dados, fica fácil se conectar a uma grande variedade de informações, sem programação.”

Solução encontrada. Agora era partir para a ação!

Como fazer um relatório no GDS

Para fazer um relatório no GDS é fácil. Você vai ter uma primeira impressão que pode demorar, porque tem que conectar várias fontes de dados.

Mas fique tranquilo(a)!

Depois que você faz as conexões corretas, você só precisa alimentar suas planilhas do Google com as informações que você precisa.

Você pode fazer uma cópia da planilha que eu utilizo no vídeo. Isso vai ajudar você a aumentar a produtividade já no início.  

O vídeo abaixo mostra de forma prática o uso do Data Studio é são os primeiros passos para quem ainda não tem contato com a ferramenta.

Como acessar o Data Studio?

Como disse é bem tranquilo acessar. Basta entrar no site da ferramenta e clicar em “usá-lo gratuitamente” e usar sua conta Google.

Página incial do Google Data Studio

Modelos prontos para usar

Sim, se você precisar, o Google Data Studio tem uma galeria de modelos próprios e da comunidade para você escolher e usar. Fácil!

Ponto importante: Em alguns modelos da comunidade, você talvez precisará usar um conector de parceiros, que podem ser pagos. Vou falar sobre isso na sequência.

Galeria de Modelos de relatório do Google Data Studio
Galeria de Modelos de relatórios
Galeria de modelos da comunidade de parceiros do Google Data Studio

Conectores: onde a mágica acontece

Existem 2 tipos de conectores: Conectores do Google e Conectores de parceiros

Conectores do Google e de parceiros para inserir dados nos relatórios do Google Data Studio
Galeria de Conectores de dados no Google Data Studio

Conectores Google:

São conectores padrão do buscador e você pode escolher desde fazer o upload de um arquivo .csv, importar dados do Google Ads, Google Analytics, Search Console, Planilhas Google até dados do MySQL. Fácil: clicar, escolher a fonte de dados e pronto. Só deixar o visual do jeito que preferir.

Uma observação: Não sei porque raios o Google ainda não criou conectores para plataformas como o Facebook. Espero que isso mude em breve.

Conectores de parceiros

Empresas que criam conectores para dados que o google ainda não possui. Exemplo: Facebook Ads, Facebook Insights, Instagram insights, LinkedIn Ads, Twitter Ads entre muitos outros.

Como deixar o relatório no Google Data Studio ainda melhor

Se você tem muitos clientes e precisa ser ainda mais ágil para ter os relatórios você pode usar os conectores parceiros.

São ferramentas que tem versão de plano free e pagas e que podem agregar muito mais informação.

Aqui vai 2 empresas que eu conheci recentemente: Supermetrics e Blockspring

Supermetrics

Você vai encontrar dentro dos conectores de parceiros. Tem muita coisa legal, como mencionei logo acima.

Na conta free você já consegue integrar facebook Ads, por exemplo. Ainda não testei, então logo logo atualizo para falar sobre a experiência.

Caso você precise de mais conexões, dá para fazer um trial dos planos pagos que começam em US$ 19.

Detalhe: Eles também tem um add-on para o google planilhas, caso você queira importar as métricas direto nas tabelas.

Blockspring

Esta ferramenta também é um add-on para o Google planilhas.

Você escolhe os “blocos” de informação que precisa.

Não é tão clara quanto a  Supermetrics, mas vale dar uma olhada para ver se adequa ao que você precisa.

Conclusão

Com o Google Data Studio você ganha tempo e deixa os relatórios com um visual muito mais intuitivo e sempre atualizado, já que você pode compartilhar como visualização ou edição como se fosse um documento no Google Drive.

Se tiver outros profissionais envolvidos nos projetos, como é o meu caso, todos atualizam apenas uma planilha que atualiza o relatório inteiro.

A redução no desenvolvimento dos meus relatórios foi em torno de 1h30min. É muita coisa quando você tem várias entregas para fazer.

Dedique um tempo para começar a mexer na ferramenta. Tenho certeza que vai ajudar você.

Espero que este conteúdo ajude você. Ele foi pensado para ajudar no crescimento e aprendizado de todos. Tem um amigo ou amiga que precisa de ajuda com relatórios? Compartilhe o conteúdo.

Deixe seu comentário também. Ele pode enriquecer ainda mais o artigo 🙂

Compartilhe esse artigo:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Conteúdos relacionados sobre :

Cadastre-se em nossa newsletter e acesse novos conteúdos sobre marketing e vendas B2B.

Dicas avançadas Google Data Studio

Aprenda a fazer um dashboard do RD Station com Google Data Studio.

Estamos desenvolvendo a versão 2 deste artigo com um passo a passo completo sobre como fazer um dashboard com informações do RD Station.

Cadastre-se para receber o passo a passo completo assim que for lançado.