Agile Marketing: o que é e como aplicar na gestão do seu projeto

Agile Marketing é a adaptação das metodologias ágeis, nascidas no universo da tecnologia, para a área de marketing. Saiba como aplicar o conceito na gestão dos seus projetos.
Agile Marketing: o que é e como aplicar na gestão do seu projeto
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Agile Marketing é a adaptação das metodologias ágeis, exigidas para a gestão ágil em mercados de tecnologia, inovação e desenvolvimento de software, para a área de marketing. Trata-se de um conjunto de valores, princípios e ações que tornam as estratégias de marketing mais eficientes e adaptáveis às mudanças do mercado.

Um conceito que vem ganhando popularidade nos últimos anos, o Agile Marketing, ou Marketing Ágil, consiste em atender as exigências do mercado no campo da gerência de projetos e trata-se de uma inovação sobre processos. 

Economizar dinheiro e reduzir o excesso de desperdício deve ser premissa básica do marketing ágil. As campanhas são feitas em um tempo menor porque o problema a ser resolvido é dividido em pequenas partes.

Assim, é razoável manter a qualidade para os ganhos aparecerem no menor tempo possível. Só assim será plausível manter o seu mecanismo de marketing funcionando em tempos difíceis da economia e de grande expectativa por parte dos clientes. 

Agile Marketing e a transformação digital

Escrito em 2001 e endossado por 17 desenvolvedores de software, o Manifesto Ágil surgiu da observação de pontos comuns de projetos que tiveram sucesso em suas metodologias e também visava evitar falhas de desenvolvimento. 

A metodologia ágil é baseada na flexibilização, rapidez e segurança exigidas pela transformação digital que está em curso. Também oferece a capacidade de realizar ajustes no projeto e no produto conforme eles evoluem.

Ao considerar as mudanças rápidas do ambiente, e as incertezas de mercados em função de crises, a gestão de projetos vai se adaptando de forma flexível, gerando aprendizado durante o processo. 

Com esses componentes, é possível definir orçamentos mais realistas e formular cronogramas a longo prazo. 

As novas tecnologias exigem uma mudança radical dos profissionais de marketing, se esses quiserem se adaptar as transformações que impactam os mercados.

Agile Marketing na gestão de projetos

O marketing é uma área crucial para o negócio acontecer. Mas falar é uma coisa, fazer é outra. Não basta planejar uma infinidade de atividades que visem aumentar o ROI. 

O problema é fazer tudo ao mesmo tempo, com uma equipe enxuta, sem perder na qualidade e nos prazos de entrega, e, principalmente, sem afetar o orçamento da empresa. Uma equação sensível e que exige muito trabalho e esforço do profissional do marketing.  

Para lhe ajudar nessa missão, listo abaixo quatro dicas para tornar o marketing da sua empresa mais ágil e como aplicar os conceitos na gestão dos seus projetos.  

1) Risco pequeno. Grandes resultados.  

O caminho natural das coisas é “sem grandes riscos não há resultados”. Essa frase tem o seu fundo de verdade. Mas já que a nossa proposta é repensar a maneira de fazer marketing, que tal mudar para “Risco pequeno. Grandes resultados”? 

No marketing ágil, quando a aposta é pequena, você consegue reduzir o risco e, consequentemente, diminui os erros, além de evitar desperdício (de tempo e de orçamento). Quanto menor for o círculo, mais próximos atingiremos nossas metas. 

Essa é a hora de começar a experimentar campanhas micro. Esses experimentos em pequena escala nos permitem investigar, antecipar as reações do mercado e nos preparar para grandes apostas. 

2) Experimentar é o novo planejamento. 

A experimentação pode salvar seu projeto. Quando, em 2017, o Twitter anunciou que começaria a testar tweets de 280 caracteres, pouca gente acreditou. A empresa acredita fervorosamente que os testes são importantes e por essa razão está constantemente prototipando e revisando novas ideias. 

Se hoje você pode comentar um tweet de outra pessoa, saiba que essa ideia surgiu a partir de um experimento de 2014. Experimentar é o lema da empresa criada por Jack Dorsey.

Então, é hora de adaptar sua mentalidade e começar a desenvolver um novo conjunto de processos. É importante identificar novas opções, testar novas alternativas e explorar possibilidades interessantes. 

Para colocar em prática, você precisa mudar a bússola que norteia o marketing da sua organização. Diariamente, você deve aprender algo novo, criar hipóteses e testando cada uma para verificar as taxas de sucesso. 

3) Mire no progresso contínuo. 

Está ao nosso alcance, como profissionais de marketing, fazer progresso constante e contínuo. Com o tempo e sob muito esforço e comprometimento, poderemos colher os frutos em maior quantidade. 

Não se preocupe com a perfeição, nosso foco precisa estar no poder de pequenas ações. É fundamental ter em mente que cada pequena alteração que fazemos, nos deixa mais próximo de um resultado mais satisfatório. Avance com o seu progresso e não se deixe abater pelo medo da perfeição, pois ele pode paralisar os esforços do time. 

E como você pode progredir rapidamente? Antecipe aos fatores que possam atrasá-lo (falta de informações cruciais, tarefas administrativas desatualizadas ou/e atrasos na aprovação do trabalho). Defina um prazo para a exibição da sua campanha e mantenha o foco. 

Trabalhe com um parceiro confiável. Se você tiver contatos úteis que o ajudarão a alcançar seus objetivos, use-os. Agora não é hora de começar tudo do zero. Aproveite do trabalho colaborativo para lançar campanhas rápidas. 

4) Converta dados em insights 

Você chegou no topo final do processo. Ao lançar essas pequenas campanhas experimentais, você deve garantir que está acompanhando efetivamente os ganhos e os compartilhando com a equipe. 

Seus resultados não são opiniões ou estimativas. Os dados são comprovações que irão lhe ajudar ​​ao estabelecer suas próximas pequenas apostas. 

Ao coletar e compartilhar os dados em tempo real, você poderá tomar decisões colaborativas mais inteligentes e implementar táticas aprimoradas em seus próximos experimentos. 

Se sua campanha não foi bem-sucedida, não modifique os dados para seguir em outra direção. Se não foi, você precisa aprender com os erros e usar os dados para reformular a próxima etapa. 

A era das entregas em ciclos curtos

Você deve estar se perguntando como é possível colocar todas essas dicas em prática no seu negócio e ainda conseguir a meta de entregar resultados em menos tempo. Não só é viável como em até menos dias. 

Quando falamos em agile marketing, esqueça planejamentos anuais. Mesmo em projetos que exigem um tempo maior de implementação, como Inbounding Marketing e ABM, é possível ter resultados em menos tempo. 

Um bom exemplo é como nós, da BRSA, usamos o Agile Marketing dentro da nossa metodologia Effective Marketing.  

Essa metodologia se baseia em ciclos curtos de crescimento, pautados por uma métrica única, que chamamos de métrica de obsessão. 

Usamos para definir essa métrica, o conceito de metas SMART – S (específica), M (mensurável), A (atingível), R (relevante) e T (temporal). Um exemplo: aumentar a geração de oportunidades para o time comercial em 20% em 3 meses. 

Com base nisso, definimos quais ações serão feitas no período entendendo o mercado, necessidades do projeto, tech stack de ferramentas e a realidade da empresa. Essas definições são cruciais para que as ações sejam realmente direcionadas ao objetivo no período de 3 meses. 

Essas atividades são acompanhadas por meio de um dashboard com informações do Google Analytics e ferramentas de criação de anúncios como Google Ads, software de automação, entre outros. 

Esses dados são monitorados para que as decisões sejam tomadas mais rápidas a partir da matriz ICE Score, onde avaliamos as hipóteses de experimentação com base em Impacto, confiança e facilidade. 

Todo este processo vem sendo utilizado por nós e gerando resultados para empresas como Fidelizi e Lamas Brew Shop.  

Como você pode ver, agile marketing não é só relacionado a tempo de entrega mais sim em efetividade. Reveja os processos da sua empresa e analise se este tema faz parte da transformação digital que sua empresa está passando. Este é um passo importante para se adequar às demandas atuais do mercado. 

O que achou do nosso artigo? Então, assine nossa newsletter e receba outros conteúdos que podem lhe ajudar na gestão dos seus projetos.

Receba novos conteúdos sobre Marketing Efetivo.

Cadastre-se na nossa newsletter:

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Compartilhe este artigo:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Continue lendo outros artigos sobre :

Que bom ter você com a gente!

Antes de enviar ê novos conteúdos, queremos entender como podemos ajudar você.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Webinar + Planilha
Como montar uma estratégia de automação de marketing mais efetiva?
Assista o passo a passo do processo de automação de marketing que usamos para aumentar 57,8% as vendas da FideliZi.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidadee com os Termos de Uso.